Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Primeira Casa da Rua

SE O TEMA É DESIGN SUSTENTÁVEL, DECORAÇÃO SUSTENTÁVEL OU DIY PARA A CASA, ENTÃO ESTÁ AQUI!

Feliz Dia da Criança!

Tão pequenino e já com tantos sonhos e é tão bom poder sonhar. Deixem os mais pequeninos voarem, sonharem... Que bom é ter asas e poder voar!

"A criança que fui chora na estrada.
Deixei-a ali quando vim ser quem sou.
Mas hoje, vendo que o que sou é nada,
Quero ir buscar quem fui onde ficou."

Fernando Pessoa

Feliz Dia da Criança! 👧👦

Nuno Matos Cabral

                                                                                               * Nuno Matos Cabral

 

E já lá vão 20 anos!

Nuno Matos Cabral Design Studio (4).png

Pois é, pisquei os olhos e já passaram 20 anos de muitos projetos e muitos desafios. Primeiro como Decorador, depois do Master em Design de Interiores, como Designer de Interiores e Produto. Esta é a altura ideal para fazer um apanhado de todos estes anos que já passaram.

Academicamente falando não posso deixar de sublinhar o ano que estive a estudar no Politécnico de Milão e a inesquecível experiência que tive ao colaborar com o atelier DeepDesign na criação dos interiores da exposição a acontecer no Museu do Design de Milão (Triennale di Milano). Momentos que não vou esquecer.

Profissionalmente, a vida já me proporcionou inúmeras experiências que vão, para sempre, fazer parte da minha história e da qual tenho imenso orgulho. Não posso deixar de destacar o primeiro apartamento que realizei no Bairro Azul, em Lisboa, que foi capa da Máxima Interiores e tema noutras revistas da especialidade, nomeadamente na Caras Decoração. Lembro-me tão bem do meu contentamento ao ver um projeto assinado por mim na capa de uma revista de referência, que momento.

Nuno Matos Cabral Design Studio.jpg

Como Designer de Interiores não posso deixar de destacar os projetos para a Ambipur ou para o Festival de Cinema Francês, tal como a instalação para a FIA ( Feira Internacional de Artesanato) na FIL ou a participação na Casa Ideal. Como Designer de Produto ou Stylist destaco a Black Box, projeto assinado para marca portuguesa e apresentado na Maison et Objet, em Paris, os projetos com a Vista Alegre para a Women in Tech e o projeto #BIRTH para a Absolut Vodka. O styling de várias mesas para a Bordallo Pinheiro ou as colaborações com marcas como a Leroy Merlin, entre outras, também foram momentos especiais.

Nuno Matos Cabral Design Studio.png

A coleção de mobiliário assinada pelo atelier Nuno Matos Cabral Design Studio e o site Primeira Casa da Rua também são dois projetos de que não podia estar mais orgulhoso e que me trazem uma realização e felicidade imensa.

Nuno Matos Cabral Design Studio (3).jpg

Ainda esta semana vou começar uma parceria com uma marca de decoração portuguesa conhecida de todos nós e em breve vou iniciar um Mestrado em Design Sustentável na Faculdade de Belas Artes de Lisboa. Muitas coisas ainda vão acontecer durante este ano e nos próximos, assim o espero, vou trabalhar para isso.

Muitas vezes perguntam-me qual é o segredo para conseguir fazer o que gosto? Há que acreditar, trabalhar, focar, dedicar o tempo que for necessário e ter muita paciência para saber esperar. Só assim se consegue concretizar sonhos que à partida parecem impossíveis de concretizar, como dizia Nelson Mandela: "Tudo é considerado impossível ate acontecer.".

O mais importante e a destacar, são todos os sorrisos de clientes com quem já trabalhei e que não vou esquecer, os abraços e os amigos que fiz para a vida. Obrigado a todos por fazerem parte desta história que conta com 20 anos e que espero que, pelo menos, possa continuar por mais 20.

Obrigado a todas e a todos!

Nuno Matos Cabral Design Studio (3).png

 

Nuno Matos Cabral Design Studio (2).png

 

 

Ser e não Ter

Depois de passar pela maior provação da minha vida é hora de olhar em frente e cumprir o meu papel, viver a vida. Viver a vida com mais uma lição aprendida, devemos ser e não ter.

É muito mais importante aquilo que somos do que aquilo que temos. Sermos amados e amar-mos, sermos amigos, sermos fiéis às pessoas e aos valores, sermos verdadeiros, sermos a essência, sermos nós próprios, estes são alguns dos somos tão importantes como tantos outros somos. O ter é só uma grilheta que nos prende a coisas supérfluas e sem importância. É isso que quero para a minha vida? Não.
 
Com este texto não tenho qualquer pretensão a não ser partilhar aquilo que de melhor tirei da maior provação da minha vida, as conclusões, cabe a si tirar.
 
Vou então viver a vida, sempre de sorriso nos lábios.
 
Vamos lá vida, anda daí!
 
Vivam e sejam.

Nuno Matos Cabral.jpg

Obrigado ❣️

Minhas caras amigas e meus caros amigos, em meu nome e em nome da minha família muito obrigado por todos os telefonemas, mensagens, homenagens e orações que fizeram em nome da mãe.

Não temos palavras para agradecer a corrente de amor e luz que se fez em volta da irmã, mulher, mãe, avó, sogra, tia e amiga que tanto amamos.

O nosso coração está com todos vocês.

Aproveito para dar uma palavra de força a todas e todos os que, por alguma razão, estão a passar uma fase menos boa.

Muita força. Vai ficar tudo bem.

Um forte abraço, 

Nuno Matos Cabral

Agradecimento Guilhermina Matos Cabral.png

 

Amo-te Mamã*

Amei-te, amo-te e amar-te-ei.

No dia 21 de Setembro pelas 10h45 foi a primeira vez que nos vimos na vida terrena e foi amor à primeira vista. Olhamos um para o outro e soubemos no primeiro segundo em que respirei que era amor para a vida toda e é mesmo para a vida toda, mesmo para a vida depois da vida.

Uma das primeiras memórias. Tu, minha mãe, em casa, a cantares as músicas que eram tão especiais para ti e que te faziam sentir tão feliz. A tua luz e alegria iluminava tudo e todos. Para o meu olhar, duas pequeninas estrelas do enorme universo e para o meu coração ainda tão pequenino, só existias tu naquele momento, davas-me tanto amor sem pedir nada em troca que o meu coração ficava gigante.

Quem me ensinou a tabuada, os primeiros verbos e estava sempre junto a mim enquanto fazia os trabalhos de casa, eras tu. Se não estávamos juntos lá ia eu procurar por ti para estar ao teu lado. Só o poder estar junto de ti já era um privilégio que a vida me dava. Há tantas outras ocasiões e momentos em que rimos e chorámos juntos, umas vezes de alegria outras de tristeza, mas sempre estivemos juntos de mãos dadas. 

A memória que tenho mais presente foram todas as noites em que o medo do escuro me assustava. Ficava com muito medo, mesmo com a luz de presença ligada, e tu lá estavas, junto a mim, encostada ao meu braço ou a mexer no meu cabelo até dormir. Às vezes, ainda estava meio acordado quando estavas a ir para a cama, chamava-te e lá estavas tu junto a mim, mesmo que no dia a seguir o alarme tocasse mais cedo.

Sempre foste a mãe guia, cuidadora, divertida, distraída, verdadeira, honesta, tão, mas tão doce, sempre com uma palavra cheia de amor, de carinho, não só para os filhos, mas para todos os que estavam à tua volta, até para com aqueles que algumas vezes foram menos corretos contigo. Nessas alturas, mostravas ter uma grandiosidade e uma luz imensa, de tão humilde que eras, não sei se algum dia vou ser capaz de o igualar. És tão, mas tão grande que não consigo descrever em palavras.

Foi contigo que aprendi a respeitar o próximo e a exigir respeito, Foi contigo que aprendi que só devemos estar com quem nos faz bem. Foi contigo que aprendi a não guardar rancores. Foi contigo que aprendi a ser o homem que sou hoje, a aceitar-me tal como sou, com princípios que me guiam e me vão guiar para sempre até estarmos novamente juntos cara a cara, olhos nos olhos.

No dia 18 de Janeiro de 2021 partiste para a vida depois da vida, mas eu não podia ter o coração mais cheio de amor e gratidão. Estiveste no meu primeiro sopro e eu estive no teu último sopro. Como sempre desejei, estivemos de mãos dadas até ao teu último suspiro, cantei as músicas que tanto gostavas e que tantas vezes cantavas e me encantavam. Tenho tanta gratidão por ter conseguido estar contigo até à tua partida, OBRIGADO.

Como tu me disseste nas últimas semanas, olhos nos olhos: "Onde tu estiveres, estou contigo e estou bem." Minha mãe, onde tu estiveres eu também estou contigo. Vamos voltar a estar juntos e a dar aquele abraço de que tanto gostamos.

Amei-te, Amo-te e Amar-te-ei para sempre minha mãe.

Até já mamã.

Do teu filho que tem um amor por ti sem tamanho um beijo do tamanho do universo.

Anjo da Guarda te acompanhe minha mãe.*

26.10.1937 - 18.01.2021

 

Guilhermina Matos Cabral.jpg

Guilhermina Matos Cabral e Nuno Matos Cabral 2.jpg

Guilhermina Matos Cabral e Nuno Matos Cabral 3.JPG

Boas Festas *

Neste Natal não sabia bem o que escrever, qual a mensagem a passar, "mixed feelings". Por um lado queria ter um registo alegre e positivo, que tanto precisamos, mas por dentro, neste Natal, não foi assim que me senti, infelizmente os pais não estão bem de saúde. Esta é uma parte de mim que é tão reservada e tão intima que prefiro não falar, prefiro guardar para mim e para os meus pensamentos.

Ontem, uma amiga enviou-me um texto que não posso deixar de partilhar. Em poucas palavras consegue exprimir uma parte daquilo que sinto. De José Luís Peixoto in “A Criança em Ruínas".

«na hora de pôr a mesa, éramos cinco: o meu pai, a minha mãe, as minhas irmãs e eu. depois, a minha irmã mais velha casou-se. depois, a minha irmã mais nova casou-se. depois, o meu pai morreu. hoje, na hora de pôr a mesa, somos cinco, menos a minha irmã mais velha que está na casa dela, menos a minha irmã mais nova que está na casa dela, menos o meu pai, menos a minha mãe viúva. cada um deles é um lugar vazio nesta mesa onde como sozinho. mas irão estar sempre aqui. na hora de pôr a mesa, seremos sempre cinco. enquanto um de nós estiver vivo, seremos sempre cinco.»

Nós, seremos sempre quatro.

Já não vou a tempo de deixar os votos de um feliz Natal, mas espero que tenha tido um Santo Natal. Desejo-lhe um fantástico ano de 2021, com muita saúde e cheio de sucessos para si e para todos aqueles que mais ama. Bom Ano!

 

Natal Christmas Nuno Matos Cabral 2.jpg

 

Media: Na Caras Decoração

Nas últimas semanas estive a trabalhar de casa, tal como tantas outras pessoas. O trabalho de alguma forma acabou por ser uma pedrada no charco para evitar as rotinas e o tédio.

A revista Caras Decoração quis saber o que ando a fazer por casa e no atelier Nuno Matos Cabral Design Studio. Aproveitei a oportunidade para deixar o meu muito obrigado a todos aqueles que saíram de casa durante o período de confinamento para ir trabalhar. Nunca é demais dizer, muito obrigado!

A imprensa nacional continua atenta a tudo o que se passa e continua bem viva, obrigado por nos manterem informados.

Nuno Matos Cabral @carasdecoração (2).jpg

 

COVID-19 : Como Fazer uma Viseira de Proteção

Não podemos deixar de pensar no que se está a passar no país e no mundo. Com imenso tempo em casa para refletir e com os novos tempos que estão a vir, onde vamos todos ter que usar máscara, pensei numa forma caseira de criar uma viseira para utilizar com a máscara, assim podemos também proteger os olhos.

Não tenho qualquer pretenção de substituir os produtos homologados pelas entidades de saúde, mas fica aqui uma ideia, nunca se sabe, se não pode vir a ser necessário.

Mesmo que não pretenda utilizar, tentem fazer a viseira Primeira Casa da Rua, mais que não seja, é mais um projeto Faça Você Mesmo. É uma ideia tão fácil de executar, basta uma mica, um arame ou uma bandolete e uma tesoura. Cortar a lateral da zona onde estão os furos e colocar o arame ou a bandolete dentro dessa zona. Depois, é só experimentar a nova viseira.

Aproveite este período para pensar em tudo o que o tempo, normalmente, não lhe permite pensar sobre. Pense em si, pense nos outros, pense para onde quer ir, qual o caminho que pretende traçar para o primeiro dia do resto da sua vida. Eu, estou a aproveitar para pensar em como posso ser uma melhor pessoa e como posso criar instrumentos para estar mais calmo e tranquilo relativamente ao eu, mas também relativamente a todos os que me rodeiam. Também estou a aproveitar para fazer uma limpeza de más energias ou seja, de pessoas tóxicas, esta é uma ótima altura para limpar, não tenham nem medo nem preguiça, limpem! 

Não se esqueça estamos todos juntos, mesmo que afastados fisicamente, sempre de coração aberto e sorriso nos lábios. #estamosjuntos

Basta clicar aqui ou na imagem para ver a totalidade do vídeo.

Primeira Casa da Rua by Nuno Matos Cabral 2.jpg

Media: Nuno Matos Cabral Design Studio na imprensa inglesa

No passado mês de Dezembro, foi publicada mais uma revista Digital Business Women, revista inglesa, onde está uma entrevista minha, na primeira pessoa. O atelier Nuno Matos Cabral Design Studio não poderia estar mais orgulhoso. A imprensa internacional está interessada no nosso trabalho como atelier de design de produto e interiores, mas também num dos nossos principais valores, que tanto prezamos, a sustentabilidade. Uma das bandeiras, não só do atelier, mas também da Primeira Casa da Rua. Aproveite para descobrir a capa, que é bastante original, uma capa onde a realidade aumentada é o mote.

Obrigado Candyce Costa pelo convite para estar na vossa revista, foi com enorme prazer que o aceitei. Para ler a entrevista na integra basta clicar aqui.

Nuno Matos Cabral_UK_press.jpg

DIY: Decoração original na parede

Agora que as férias estão aí, há que aproveitar para descansar, mas também para fazer aquelas alterações que há muito está para fazer na sua casa.

 

Se pretende ter uma parede diferente, colocando de parte o papel de parede ou a escolha de uma cor mais arrojada, então esta pode ser uma solução para si.

 

Com uns simples pedaços de madeira, preferencialmente reutilizados, pode decorar uma parede da sala de estar ou porque não o corredor ou Hall lá de casa. O projeto é simples de executar, basta definir a dimensão dos pedaços de madeira e como pretende aplica-los na parede. Depois de tudo definido, corte uma placa de contraplacado, onde vai aplicar os pedaços de madeira, divida a placa de contraplacado em várias pedaços mais pequenos, para que seja mais fácil a sua aplicação. Estes pedaços de contraplacado são a base para que possa revestir a totalidade da parede, como se fosse um puzzle. Fixe o pedaço de contraplacado à parede com a ajuda do berbequim, não se esqueça de utilizar as luvas e os óculos de proteção. Com cola e veda, aplique os pedaços de madeira no contraplacado e deixe secar. Repita as vezes que forem necessárias o mesmo processo, até a parede estar completamente decorada.

 

Aproveite e descubra a nossa loja online em www.primeiracasadaruastore.com, bem como, outros projetos para que se possa inspirar, arrisque: 12345, 6, 7.

 

Primeira Casa da Rua by Nuno Matos Cabral (20).JPG

Primeira Casa da Rua by Nuno Matos Cabral (21).JPG

Primeira Casa da Rua by Nuno Matos Cabral 77777.pn