Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Palavras para Quê? #217

por Primeira Casa da Rua, em 16.10.15

Os bancos que utilizamos, normalmente, para nos sentarmos, têm quatro pés ou um pé central, mas isso era noutra época, portanto tinham. Hoje em dia o mote é procurar novas fórmulas para surpreender e criar novas peças de design onde a reciclagem, a reutilização e a recuperação também possam estar presentes. Esta composição, onde rodas com pedais são a base para criar estes bancos, tão originais, não podia ser mais perfeita. O conceito da bicicleta está lá, onde a roda faz parte da estética e os pedais além de decorativos também têm um objetivo funcional, servem como apoio para colocar os pés. Uma experiência que ninguém vai esquecer.

 

Veja outras soluções para criar uns bancos ou cadeiras muito originais lá para casa: 1, 2, 3, 4, 5.

 

fotografia (1).PNG

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:51



PRIMEIRA CASA DA RUA

A Primeira Casa da Rua é um blogue onde pode descobrir com o mudar a sua casa em pouco tempo, com ideias simples, inovadoras utilizando os "nossos" três "eRRes" : Reciclagem, Reutilização e Recuperação. Também pode descobrir todas as regras para ter a sua casa perfeita: Como colocar um quadro na parede sem danificar o estuque ou descobrir qual a distância que deve ter o candeeiro da sala de jantar da mesa.

Translate




Seguir no SAPO

foto do autor


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D


A PRIMEIRA CASA DA RUA ESTÁ NA CASA CLÁUDIA...OI BRASIL!


E TAMBÉM NA SIC MULHER E NO SAPO... OLÁ PORTUGAL!